#36DaysOfType: um bate-papo com Marina Nina sobre suas letras femininas

Você conhece o #36DaysOfType? O projeto convida designers e ilustradores a expressarem suas interpretações sobre as letras do alfabeto e números. Estamos falando de artistas que querem sair da zona de conforto e que se desafiam diariamente. O resultado é fora de série!

#36DaysOfType: um bate-papo com Marina Nina sobre suas letras femininas
Reinterpretações das vogais. Imagem: 36 Days Of Type / Instagram

Pode chegar, Marina Nina

Agora que você já conhece melhor o 36 Days Of Type, nós queremos te apresentar a designer Marina Nina, que se jogou nesta aventura criativa. A moradora de BH, e dona do studio @marinaninanao, acompanhava o projeto há anos e decidiu participar em 2019, pois ama desafios de ilustração e desenhar letras.

“Antes de saber que lettering chamava lettering, eu ficava desenhando letras de músicas nos meus caderninhos”.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

#36DaysOfType: um bate-papo com Marina Nina sobre suas letras femininas
Foto: @marinaninanao

O processo criativo

Apesar de já ter experimentado diferentes técnicas artísticas – do bordado ao scanimation – foi com o combo iPad + Apple Pencil que Marina deu formas femininas, reais, curvilíneas às letras. Seu trabalho é um abraço artístico em tempos onde estampar o body positivism ainda se faz tão necessário.

“Quando resolvi participar do desafio, pensei em como desenhar mulheres e comecei a procurar letras e números em partes do corpo”.

Ao responder sobre seu processo criativo, Marina disse o que provavelmente está entalado na garganta de grande parte das pessoas que trabalham com criatividade: “É meio sofrido, viu?”. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

(arraste para o lado para ver o processo criativo da letra H)

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A artista falou sobre suas “paranoias” em definir um estilo único. De desenhar, apagar, desenhar novamente, apagar novamente e repetir o processo até encontrar um traço próprio.

“O meu processo tem sido um exercício mesmo, de apreciar o que eu produzo e tentar melhorar quando não estou satisfeita. Gosto de desenhar sozinha, principalmente à noite porque está menos calor e mais calmo”.

O conceito de desenhar partes do corpo com letras não surgiu de uma fonte inspiradora única. Marina diz que a ideia tem um toque da sua admiração por ilustradoras que costumam representar o corpo feminino em suas artes, como a Brunna Mancuso. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Para aplaudir de pé

Você pode conferir (e enaltecer) o 36 Days Of Type completinho da Marina no Instagram dela e adquirir produtos com este lettering todo especial no studio @marinaninanao.

Por fim, aqui vão algumas das nossas artes favoritas. 😍

#36DaysOfType: um bate-papo com Marina Nina sobre suas letras femininas

36 days of type: K
@marinaninanao
#36DaysOfType: um bate-papo com Marina Nina sobre suas letras femininas

36 days of type: P
@marinaninanao
#36DaysOfType: um bate-papo com Marina Nina sobre suas letras femininas

36 days of type: V
@marinaninanao
#36DaysOfType: um bate-papo com Marina Nina sobre suas letras femininas

36 days of type: Y
@marinaninanao
#36DaysOfType: um bate-papo com Marina Nina sobre suas letras femininas

36 days of type: W
@marinaninanao
#36DaysOfType: um bate-papo com Marina Nina sobre suas letras femininas

36 days of type: S
@marinaninanao





DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui