Após uma série de denúncias de abusos em Belo Horizonte, profissionais da tatuagem criam cartilha com direcionamentos para um procedimento de tatuagem seguro.

Photo by travelpen on Unsplash.

Meu corpo, minhas regras. Frase que se tornou conhecida por fortalecer o respeito ao corpo feminino ganhou uma nova roupagem e uma nova abordagem para, agora, fortalecer o respeito e o cuidado em um processo de modificação corporal, como é o processo da tatuagem.
No início de 2019, profissionais da tatuagem e ativistas de Belo Horizonte tiveram acesso, através de notícias em jornais, a uma série de denúncias de abuso sexual à mulheres dentro de estúdios de tatuagem da região. Com isso, se fez urgente uma movimentação dessas profissionais e ativistas para criar uma cartilha informativa sobre o que é esperado no momento de realizar uma tatuagem.

"Na cartilha estão algumas diretrizes do que deve acontecer em um estúdio de tatuagem, assim como algumas dicas de como tornar esse momento mais confortável!
Somos um grupo de profissionais de tatuagem e ativistas, que se reuniu de forma independente para preparar esse material informativo.
Nosso objetivo é disponibilizar essa cartilha gratuitamente, assim como distribuí-la em estúdios, convenções e eventos de tatuagem."

A cartilha "Minha tatu, minhas regras!" já está disponível no site para ser baixada e compartilhada e também existe a opção de baixar o conteúdo para a impressão e distribuição gratuita.

Minha Tatu Minhas Regras

Além disso, o projeto conta com a colaboração de todos para se manter:

"Se gostou do nosso projeto, você pode ajudar da forma que quiser! Seja com indicação, divulgação, imprimindo você mesmo ou então apoiando e contribuindo financeiramente para as próximas ações e eventos do “Minha tatu, minhas regras”.
Envie um email para gente (apoieminhatatu@gmail.com).
Sua contribuição e valorização do nosso trabalho é essencial para que essa cartilha tenha, cada vez mais, um alcance maior!"

Na cartilha "Minha tatu, minhas regras!" existem informações como:

-O que é assédio;
– O que é assédio na tatuagem;
– O que é esperado em um procedimento de tatuagem;
– Sofreu abuso? o que fazer, quais seus direitos
– Como prevenir assédio no seu estúdio e mais.

Veja mais informações no Instagram do projeto:

Minha Tatu Minhas Regras (@minhatatuminhasregras) * Instagram photos and videos

É importante!

"Caso não conheça o estúdio ou o tatuador, leve um acompanhante, ou avise um amigo que está indo fazer uma tatuagem."

"A nudez não é necessária! Existem várias estratégias para cobrir partes íntimas."

"Se os toques e posições durante a tatuagem estão te deixando desconfortável, desconfie! Um bom profissional vai sempre te avisar caso algum toque seja imprescindível."

Não tenha medo de uma tatuagem inacabada! Existem outros profissionais dispostos e capazes de te ajudar a finalizar o desenho.

Seu conforto e segurança estão sempre em primeiro lugar!

Atenção!

Segundo estudos da Action Aid, em 2019, 41% das adolescentes entre 14 e 16 anos sofrem o medo diário do assédio; 56% das jovens entre 17 a 19 anos, e 61% das mulheres entre 20 e 21 anos, são informações extremamente preocupantes. O problema é estrutural e o público mais sensível e mais atingido são mulheres e LGBTQI+.

Caso você conheça alguma vítima de assédio, ou tenha presenciado um assédio, acolha a vítima! Procure afastá-la do agressor e ouví-la com atenção para entender o ocorrido. Respeite sua vontade, seja a de denunciar ou de ir embora. Ao abordar o agressor, evite o uso da força e coíba reações violentas e agressivas. O objetivo é impedir que a violência se agrave. Não exponha a vítima!

CONTATOS DE EMERGÊNCIA:
180- Central de Atendimento à Mulher
190- Polícia Militar
193- Corpo de Bombeiros
192- SAMU

Oi! Você ainda está aí?
Compartilha o nosso texto, vai! E não deixa de contar a história da sua tattoo pra gente aqui nos comentários.

E para encontrar o artista ideal para a sua tattoo, acesse o nosso site:
tattoo2me.com e digite sua cidade!

E nossos perfis no Instagram são atualizados de 3 em 3 horas:

Tattoo2us e Tattoo2me


Minha Tatu, minhas regras! was originally published in Tattoo2me Magazine on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.





Fonte do Artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui